S

Não é mágica. É ciência. Com um processo próprio, a TRIS desenvolveu uma tecnologia de engenharia reversa, capaz de transformar o produto final (plásticos) em sua matéria-prima de origem (petróleo), o qual pode ser reprocessado e transformado em novos produtos energéticos: gás, diesel, gasolina, querosene de aviação, dentre outros.

Artista no palco

Qual é a mágica de transformar plástico em petróleo novamente?

Não é mágica. É ciência. Com um processo próprio, a TRIS oferece uma tecnologia de engenharia reversa, capaz de realizar a decomposição térmica do resíduo plástico e transformá-lo novamente em um óleo similar ao seu produto de origem: petróleo. A partir desse produto, obtêm-se novos produtos petroquímicos: diesel, gasolina, nafta, querosene de aviação, etc.

 
Carta de Investimento

Quais são as vantagens de transformar plástico em petróleo?

Um dos maiores problemas enfrentados atualmente pela humanidade se dá pela alta poluição de resíduos plásticos. De acordo com a ONU, são necessários, em média, 450 anos para que uma garrafa de plástico se decomponha e desapareça do meio ambiente. Reprocessando esse resíduo, além de evitar que ele se deposite em lugares inadequados ou aumente sua concentração em aterros sanitários, gera-se novos produtos energéticos, o que minimiza também o consumo de energia de fontes não renováveis. 

Garrafas de reciclagem

O que é reciclagem química?

A reciclagem química consiste na decomposição térmica de polímeros resultando em produtos líquidos, sólidos e gasosos. O processo de degradação térmica de polímeros é influenciado por uma série de fatores que incluem a estrutura química do plástico, o tamanho da sua cadeia polimérica, a temperatura do reator, o tempo de residência no reator, dentre outros. 

 

O processo de reciclagem química da TRIS foi desenvolvido levando em consideração todos os fatores que influenciam no produto final obtido. Dessa forma, o processo se torna único e extremamente vantajoso na formação de produtos energéticos petroquímicos. 

 
Gás diesel

O diesel gerado a partir da reciclagem química é seguro?

Sim. O combustível obtido a partir da reciclagem química possui as mesmas propriedades, certificações e composição do diesel convencional, podendo ser utilizado em qualquer motor à diesel.

 
Serra

A reciclagem química não é tão poluente quanto o processo convencional?

Não, pois o processo convencional extrai o produto original (petróleo) do meio ambiente para a formação de novos produtos enquanto o processo de reciclagem química visa utilizar os produtos já existentes e que são fontes de poluição ambiental para a formação de produtos energéticos, acabando com a sua disposição em aterros sanitários ou outros locais inadequados. 

 
Mulher pensativa

O que é uma SPE?

Uma “Sociedade de Propósito Específico” consiste em um modelo de organização empresarial que visa a união de forças entre os sócios (capital social) para viabilizar um empreendimento em comum. 

 
Pessoas negócio, falando

O que é um consórcio?

É a união de duas ou mais empresas para com um objetivo em comum. Diferentemente da SPE, o consórcio não tem personalidade jurídica. 

 
Trabalhadora da construção

O que garante a rentabilidade do meu investimento?

A qualidade do processo industrial aliado à uma eficiente gestão com a execução correta dos contratos pelos atores envolvidos no processo. 

 
Assinando um contrato

O que garante o licenciamento ambiental para as plantas da TRIS?

A Política Nacional dos Resíduos Sólidos, Lei 12.305/2010, afirma em seu art. 9º que “poderão ser utilizadas tecnologias visando à recuperação energética dos resíduos sólidos, desde que tenha sido comprovada sua viabilidade técnica e ambiental e com a implantação de programa de monitoramento de emissão de gases tóxicos aprovado pelo órgão ambiental”. Além disso, novos projetos de lei estão surgindo para fomentar a cadeia da recuperação energética de resíduos sólidos no Brasil, como o Projeto de Lei 513/2020 que dispõe sobre o incentivo a empresas de recuperação energética a partir de fontes alternativas.

 

A TRIS é capaz de garantir a licença ambiental visto que a tecnologia passou por todos os testes iniciais já previstos para garantir a viabilidade técnica e ambiental da sua planta. Dessa forma, todas as plantas da TRIS deverão passar pelo processo de licenciamento ambiental no órgão competente. 

 
Plástico bolha

Quais plásticos podem ser utilizados nesse processo de reciclagem química?

Plásticos, borrachas, isopor e outros materiais que contenham petróleo em suas composições.

 
Garrafas de reciclagem

A utilização dos resíduos plásticos não vai tirar a renda dos catadores de materiais recicláveis?

Não, pois a TRIS tem em mente que o processo vem a complementar a indústria da reciclagem convencional, visto que muitos plásticos ainda hoje não possuem capacidade de serem reciclados. 

 
combustível carro

Plásticos biodegradáveis podem ser reciclados e transformados em combustível?

Atualmente, no cenário mundial, veem surgindo diversas pesquisas para a utilização de plásticos biodegradáveis.

 

Os plásticos biodegradáveis geralmente são fabricados a partir de materiais orgânicos, contudo, a maioria dos plásticos biodegradáveis encontrados no mercado hoje ainda utilizam de petróleo em uma parcela da sua composição.

 

Independentemente do tipo do plástico biodegradável a ser utilizado, o mesmo poderá ser reprocessado e transformado em um biocombustível, com características finais próprias: diesel de petróleo, biodiesel, etc.